Vacina BCG

O que previne

Tuberculose— principalmente as formas graves, como meningite tuberculosa e tuberculose miliar (espalhada pelo corpo).

Indicação

A vacina é indicada de rotina a partir do nascimento até os 5 anos de idade.

Outras recomendações: Pessoas de qualquer idade que convivem com portadores de hanseníase (lepra); estrangeiros ainda não vacinados  e que estejam de mudança para oBrasil.

Triplice bacteriana acelular - DTP difteria, tétano e pertussis 

O que previne

Difteria, tétanoe coqueluche.

Indicação

Crianças com menos de 7 anos de idade. Mesmo as que já tiveram tétano, difteria, doença causada pelo Haemophilus influenzae tipo b (Hib) e/ou coqueluche devem ser imunizadas, uma vez que estas doençasnãoconferemproteçãopermanentefrenteanovasinfecções.

Triplice bacteriana + IPV - vacina difteria, tétano, pertussis (acelular) e poliomielite 1, 2 e 3 (inativada)

O que previne

Difteria, tétano, coqueluchee poliomielite.

Indicação

Para crianças a partir de 3 ou 4 anos de idade, adolescentes e adultos, para os reforços de seus esquemas de vacinação.

Pode substituir as formulações infantis da vacina tríplice bacteriana (DTPa e suas combinações) no reforço de 4 a 5 anos de idade.

Para adolescentes e adultos, pode substituir a vacina dTpa e é a

 

alternativa para viajantes com destinos às áreas de risco para poliomielite.

Para gestantes, pode substituir a dTpa na indisponibilidade desta vacina ou quando se trata de gestante viajante para área de risco para a poliomielite.

Vacina Febre Amarela

O que previne

Febre Amarela

Indicação

Crianças a partir de 9 meses de idade, adolescentes  e adultos  que vivem em regiões brasileiras classificadas como áreas de recomendação de vacinação, ou em viagem nacional/internacional de risco para a doença, ou com obrigatoriedade de comprovação da vacinação.

A comprovação de vacinação é exigida por alguns países a viajantes brasileiros, já que o Brasil é considerado endêmico para a doença. 

Vacina Hepatite A

O que previne

Hepatite A

Indicação

Todas as pessoas a partir de 12 meses de vida.

Vacina Hepatite B

O que previne

 Infecção do fígado (hepatite) causada pelo vírus da Hepatite B

Indicação

Para pessoas de todas as faixas etárias. Faz parte da rotina de vacinação das crianças, devendo ser aplicada, de preferência, nas primeiras 12–24 horas após o nascimento, para prevenir hepatite crônica — forma que acomete 90% dos bebês contaminados ao nascer.

Especialmente indicada para gestantes não vacinadas

Vacina combinada Hepatite A + B

O que previne

 Infecção do fígado (hepatite) causada pelo vírus da Hepatite A e B

Indicação

Crianças a partir dos 12 meses, adolescentes e adultos.

É uma boa opção para pessoas que não foram vacinadas contra as duas hepatites.

Vacina Herpes Zoster

O que previne

O herpes zóster, popularmente conhecido como “cobreiro”, e sua principal complicação, a neuropatia pós-herpética, responsável por dor crônica, prolongada, de difícil controle e extremamente debilitante.

Indicação

A vacina está licenciada para pessoas com 50 anos ou mais e é recomendada como rotina para maiores 60 anos de idade.

Vacina HPV 4 (quadrivalente)

O que previne

Infecções persistentes e lesões pré-cancerosas causadas pelos tipos de HPV 6,11,16,18. Também previne o câncer de colo do útero, da vulva, da vagina, do ânus e verrugas genitais (condiloma).

Indicação

A vacina está disponível para meninas de 9 a 14 anos de idade, meninas de 15 anos que já tenham tomado uma dose, meninos de 11 a 14 anos, pessoas que convivem com HIV/Aids entre 9 e 26 anos, transplantados entre 9 e 26 anos e pacientes oncológicos em tratamento com quimioterapia e radioterapia entre 9 e 26 anos.

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) recomendam a vacinação de meninas e mulheres de 9 a 45 anos de idade e meninos e jovens de 9 a 26 anos. Homens e mulheres em idades fora da faixa de licenciamento também podem ser beneficiados com a vacinação, de acordo com critério médico.

Vacina Meningocócica  B

O que previne

Meningites    e    infecções     generalizadas     (doenças meningocócicas) causadas pela bactéria meningococo do tipo B.

Indicação

Para crianças e adolescentes, conforme recomendações das sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e Imunizações (SBIm).

Para adultos com até 50 anos, dependendo de risco epidemiológico.

Para viajantes com destino às regiões onde há risco aumentado da doença.

Para pessoas de qualquer idade com doenças que aumentem o risco para a doença meningocócica.

Vacina Meningocócica conjugada ACWY

O que previne

Meningites    e    infecções     generalizadas     (doenças     meningocócicas) causadas pela bactéria meningococo dos tipos A, C, W e Y.

Indicação

Para crianças e adolescentes, conforme recomendações das sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e Imunizações (SBIm).

Para adultos e idosos, dependendo da situação epidemiológica.

Para pessoas de qualquer idade com doenças que aumentem o risco para a doença meningocócica.

Vacina Meningocócica C conjugada 

O que previne

Doenças   causadas   pelo  meningococo C (incluindo  meningite  e meningococcemia). 

Meningococo — Também chamado Neisseria meningitidis, o meningococo foi identificado em 1887 e é um tipo de bactéria que causa surtos de doença meningocócica (DM) e que coloniza e infecta apenas a nasofaringe do homem (região posterior à cavidade nasal,  acima do palato mole). Meningococcemia — Infecção generalizada

Indicação

Para crianças, o PNI disponibiliza três doses da vacina: aos 3 e 5 meses, com reforço aos 12 meses (podendo ser aplicado até os 4 anos). As sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm) recomendam que, além dessas doses, sejam feitos reforços entre 5 e 6 e aos 11 anos de idade.

Para adolescentes de 12 e 13 anos, o PNI oferece dose única ou reforço, de acordo com a situação vacinal. A SBP e a SBIm recomendam, para os não vacinados, duas doses com intervalo de cinco anos.

Vacina Pneumocócica conjugada 13

O que previne

A vacina pneumocócica conjugada 13-valente (VPC13) previne cerca de 90% das doenças graves (pneumonia, meningite, otite) em crianças, causadas por 13 sorotipos de pneumococos.

Indicação

Para crianças a partir de 2 meses e menores de 6 anos de idade recomendada a vacinação rotineira com VPC10 ou VPC13.

Para crianças com mais de 6 anos, adolescentes e adultos portadores de certas doenças crônicas, recomenda-se esquema com as vacinas VPC13 e VPP23.

Para maiores de 50 anos e, sobretudo, para maiores de 60, recomenda-se esquema com as vacinas VPC13 e VPP23.

Vacina Rotavírus Pentavalente 

O que previne

Doença diarreica causada por rotavírus.

Indicação

Bebês de 6 semanas a 8 meses e 0 dia. A primeira dose deve ser obrigatoriamente aplicada até a idade de 3 meses e 15 dias, e a última dose até os 7 meses e 29 dias.

Vacina  Tríplice Viral Atenuada - SCR - sarampo, caxumba e rubéola 

O que previne

Sarampo, caxumba e rubéola.

Indicação

Crianças, adolescentes e adultos.

Vacina  Tetraviral Atenuada - SCRV - sarampo, caxumba, rubéola e varicela 

O que previne

Sarampo, caxumba, rubéola e varicela

Indicação

A vacina SCR-V está recomendada para crianças e adolescentes com menos de 12 anos em substituição às vacinas tríplice viral (SCR) e varicela, quando a aplicação destas duas for coincidente.

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) adotou a vacina SCR- V para a aplicação da segunda dose da vacina SCR e dose única da vacina varicela.

Vacina  Varicela Atenuada

O que previne

Varicela (Catapora)

Indicação

É recomendada de rotina para crianças a partir de 12 meses (excepcionalmente, em situações de surto, por exemplo, também para crianças menores, a partir de 9 meses).

Todas as crianças, adolescentes e adultos suscetíveis (que não tiveram catapora) devem ser vacinados.

Vacina  Hexavalente (DTP acelular, hemófilos tipo B, poliomielite e hepatite B) 

O que previne

Difteria, tétano, coqueluche, meningite por Haemophilus influenzae tipo b, poliomielite inativada e hepatite B

Indicação

São recomendadas para crianças a partir de 2 meses de idade e podem ser aplicadas até os 7 anos, sempre que seja indicada cada uma das vacinas incluídas nessas combinações.

Vacina  Pentavalente (DTP acelular, hemófilos tipo B e hepatite B) 

O que previne

Difteria, Tétano, Coqueluche, Meningite e outras infecções causadas pelo Haemophilus influenzae tipo b e a Hepatite B

Indicação

Recomendadas para crianças a partir de 2 meses de idade e podem ser aplicadas até os 7 anos, sempre que seja indicada cada uma das vacinas incluídas nessas combinações.

Vacina  Influenza quadrivalente adulto e infantil

O que previne

Infecção pelo vírus Influenza (que causa a gripe) contidos nas vacinas.

Indicação

Para todas as pessoas a partir de 6 meses de vida, principalmente  aquelas de maior risco para infecções respiratórias, que podem ter complicações e a forma grave da doença.